9 coisas para fazer nas ilhas Perhentian ( Malásia)

Os amantes do mergulho, o sol e a praia têm nas ilhas Perhentian malaias um canto que não podem passar por alto, já que estão consideraradas como uma das ilhas mais virgens e pouco exploradas do planeta, além de ser um destino bastante econômico para o viajante. Mas, infelizmente, a chegada de cada vez mais estrangeiros atraídos por sua fama de idilícas ilhas e seus extraordinários fundos marinhos, está fazendo com que cada dia vão perder essa essência, há alguns anos. Mas não há que desanimar, pois embora o turismo e a fama traga algumas desvantagens, também não podemos pretender desfrutar sozinhos do paraíso. Se você vai para a Malásia e você está pensando em passar alguns dias de descanso, sol e praia, as ilhas Perhentian devem estar entre seus ilhas a visitar, sem esquecer Tioman, Redang, Langkawi ou Penang, outros excelentes destinos na Malásia, cujo ponto em comum é sol, praia, bons fundos marinhos e abundante cultura local. Como em nossa viagem à Malásia, apenas o aeroporto, as Perhentian, vou-vos contar que fazer se decidir ir a estas preciosas e selvagens ilhas situadas ao nordeste do país. ¡Esquecer os museus e os monumentos e coloquem o fato de banho!
1. Praticar mergulho
Uma das principais razões por que as pessoas viajam para as ilhas Perhentian é o tesouro natural que escondem suas águas cristalinas, com um dos fundos marinhos mais extraordinários do planeta onde habita uma abundante fauna e flora marinha com que sonham os amantes do mundo submarino. Na ilha sabem, como é lógico, e desenvolveram toda a sua estratégia em base a luz do sol, praias virgens e atividades aquáticas voltadas para o mergulho. Em ambas as ilhas há muitas escolas de mergulho, onde poder dar o seu batismo de mergulho ou praticar o seu desporto favorito. Todas elas, com instrutores experientes ( alguns deles espanhóis) e com preços mais ou menos homogêneos. Se você está pensando em tirar o título PADI, este é um bom lugar.
2. Fazer Snorkeling ou mergulho de superfície.
Se o mergulho não é o seu caso ou se dá muito respeito, o mergulho de superfície é uma atividade que você pode vir de pérolas já que não exige tanto esforço ou técnica, tais como o mergulho com cilindro. Nos alojamentos das ilhas, pode contratar um tour de snorkel sem problemas, assim como as várias escolas de mergulho que existem espalhadas por ambas as ilhas. Os preços são muito parecidos e realmente impressionantes, já que por menos de 10 euros, você pode desfrutar de um inesquecível dia de mergulho com snorkel nas melhores águas que rodeiam as ilhas. Já falamos sobre a minha experiência de mergulho com snorkel nas ilhas perhentian e ainda me lembro de minha mergulhos com tartarugas gigantes e tubarões. Uma experiência maravilhosa que você tem que fazer se você vir até esta parte do mundo.
3. Fazer Caminhadas
As ilhas, tanto Kecil ( a pequena), como Beijar ( a grande) são muito virgens, com vegetação densa e com áreas escuras onde é impossível chegar, mas existem alguns caminhos que se podem percorrer e que eu recomendo que façais. Um que fareis seguro é o caminho que une ambas as costas da pequena ilha, de cerca de 15 minutos de duração e que de noite, dizem que pode ser perigoso, especialmente para mulheres solteiras. Um caminho mais longo e toda uma experiência que você pode fazer sem a necessidade de guia é o caminho que vai do Coral beach até Perhentian Village, a aldeia onde vivem os moradores. Tem cerca de 10 km, é fácil de fazer e, pelo caminho, vai encontrando os solitários resorts e excelente praias onde sufocar o calor sufocante que reina, além de lagartos, macacos e insetos de todo tipo, para isso você está na selva. A duração depende do tempo que possa aproveitar as paradas nas praias, mas tenha em conta que a noite pode cair e tornar muito difícil a caminhada. Uma vez na aldeia, procura algum barqueiro que te leve de volta à sua praia ou, se preferir, você também pode desfazer o caminho andado.
4. Vida contemplativa: sol e praia
Muita da gente que vem para estas ilhas prefere investir o seu tempo deitado ao sol e dando banhos em águas mornas e cristalinas águas. De fato passam o dia inteiro deitado tomando sol e entrando na água. Bom, também fazem uma pausa para comer, voltando de novo à sua rede ou toalha para seguir tostándose ao sol. Eu como sou de málaga e o sol o conheço bem, eu não gosto de abusar dele e eu cuido de não quemarme demais. Por certo, há que usar muita proteção solar que o sol aqui aperta o bonito.
5. Voluntariado na conservação das tartarugas
A grande parte da população existente de tartaruga-verde faz com que aniden em Beijar, a ilha grande, em certas épocas do ano ( cerca de 300 por ano). Desde o governo malaio estão fazendo esforços em matéria de conservação e é possível aprender um pouco mais sobre a vida e manutenção desta espécie protegida. Ecoteers ou bubbles Dive resort oferecem um programa de voluntatiado para todo aquele que pretende ajudar.
6. Visita a aldeia local
O único núcleo com algo de infra-estrutura nas ilhas é fishing village, a aldeia onde vivem a maioria dos locais e onde há um cais, uma comissária de polícia, uma escola, um consultório médico, uma mesquita e alguns restaurantes e pequenos negócios locais. É o único lugar onde você verá edifícios e serve para conhecer um pouco melhor a forma de vida dessas pessoas, que têm no mar sua principal forma de subsistência. Não espere luxo, limpeza ou ordem, mas é a sua realidade e há que respeitá-la.
7. Caiaque
Os mesmos negócios que oferecem tours de mergulho e batismo de mergulho oferecem também a possibilidade de alugar caiaques por horas com os que explorar as águas cristalinas das ilhas. É como mover-se em um prato de água de modo tranquilo de suas águas, se estiver na época boa, claro, e além disso, você pode ter acesso a lugares que são impossíveis de aceder a pé. Ideal para ir a pequenas enseadas de difícil acesso.
8. Festa noturna
Especialmente se você ficar na ilha pequena, você verá que há muito ambientillo em suas praias principais, em Long beach, coral beach, sobre tudo quando cai a tarde. Os restaurantes e bares começam a colocar mesas com velas na areia, colchonetes e pequenas tochas que iluminam a praia. É a hora de tomar um cocktail, uma cerveja ou um refrigerante em boa companhia. E como aqui há muito mochileiros e jovens com vontade de se divertir, a música a todo volume começa a tomar long beach, os bares montam suas festas uma vez que tenha passado da hora de jantar, e os fogos de artifício e shows com fogo fazem o seu aparecimento. Meninos locais vendem álcool em postos improvisados, relações públicas convidam para tomado enquanto se tentam convencer de que a sua festa é a melhor e até há banda de música ao vivo que fiz parte para cantar “corazón espinado” de Mana ( às vezes, um tira o seu lado artístico). Enfim, não se pode comparar com as festas nas praias tailandesas, mas há um certo ambiente e se você quiser não se cansar. O pior é o abuso de álcool por parte de certos locais e certas atitudes machistas contra as mulheres estrangeiras que não me agradaram em nada. Assim que o cuidado com a marcha noturna, o álcool e a população local, não fazem muito boa mistura.
9. Desfrute de um inesquecível pôr-do-sol
Os pores-do-sol às Perhentian são míticos então, se você gosta, não pode perder esses céus de cores alaranjadas que são desenhadas em cada dia nestes céus. A Cada dia, quando se aproxima a hora do anoitecer, muita gente se dirige aos melhores pontos para apreciar este espetáculo que a natureza nos presenteia diariamente. O melhor lugar de kecil, a pequena ilha, é Coral bay, na ilha grande, acho que as praias que dão para o oeste.

Os amantes do mergulho, o sol e a praia têm nas ilhas Perhentian malaias um canto que não podem passar por alto, já que estão consideraradas como uma das ilhas mais virgens e pouco exploradas do planeta, além de ser um destino bastante econômico para o viajante. Mas, infelizmente, a chegada de cada vez mais estrangeiros atraídos por sua fama de idilícas ilhas e seus extraordinários fundos marinhos, está fazendo com que cada dia vão perder essa essência, há alguns anos. Mas não há que desanimar, pois embora o turismo e a fama traga algumas desvantagens, também não podemos pretender desfrutar sozinhos do paraíso. Se você vai para a Malásia e você está pensando em passar alguns dias de descanso, sol e praia, as ilhas Perhentian devem estar entre seus ilhas a visitar, sem esquecer Tioman, Redang, Langkawi ou Penang, outros excelentes destinos na Malásia, cujo ponto em comum é sol, praia, bons fundos marinhos e abundante cultura local. Como em nossa viagem à Malásia, apenas o aeroporto, as Perhentian, vou-vos contar que fazer se decidir ir a estas preciosas e selvagens ilhas situadas ao nordeste do país. ¡Esquecer os museus e os monumentos e coloquem o fato de banho! 
1. Praticar mergulho 
Uma das principais razões por que as pessoas viajam para as ilhas Perhentian é o tesouro natural que escondem suas águas cristalinas, com um dos fundos marinhos mais extraordinários do planeta onde habita uma abundante fauna e flora marinha com que sonham os amantes do mundo submarino. Na ilha sabem, como é lógico, e desenvolveram toda a sua estratégia em base a luz do sol, praias virgens e atividades aquáticas voltadas para o mergulho. Em ambas as ilhas há muitas escolas de mergulho, onde poder dar o seu batismo de mergulho ou praticar o seu desporto favorito. Todas elas, com instrutores experientes ( alguns deles espanhóis) e com preços mais ou menos homogêneos. Se você está pensando em tirar o título PADI, este é um bom lugar. 
2. Fazer Snorkeling ou mergulho de superfície. 
Se o mergulho não é o seu caso ou se dá muito respeito, o mergulho de superfície é uma atividade que você pode vir de pérolas já que não exige tanto esforço ou técnica, tais como o mergulho com cilindro. Nos alojamentos das ilhas, pode contratar um tour de snorkel sem problemas, assim como as várias escolas de mergulho que existem espalhadas por ambas as ilhas. Os preços são muito parecidos e realmente impressionantes, já que por menos de 10 euros, você pode desfrutar de um inesquecível dia de mergulho com snorkel nas melhores águas que rodeiam as ilhas. Já falamos sobre a minha experiência de mergulho com snorkel nas ilhas perhentian e ainda me lembro de minha mergulhos com tartarugas gigantes e tubarões. Uma experiência maravilhosa que você tem que fazer se você vir até esta parte do mundo. 
3. Fazer Caminhadas 
As ilhas, tanto Kecil ( a pequena), como Beijar ( a grande) são muito virgens, com vegetação densa e com áreas escuras onde é impossível chegar, mas existem alguns caminhos que se podem percorrer e que eu recomendo que façais. Um que fareis seguro é o caminho que une ambas as costas da pequena ilha, de cerca de 15 minutos de duração e que de noite, dizem que pode ser perigoso, especialmente para mulheres solteiras. Um caminho mais longo e toda uma experiência que você pode fazer sem a necessidade de guia é o caminho que vai do Coral beach até Perhentian Village, a aldeia onde vivem os moradores. Tem cerca de 10 km, é fácil de fazer e, pelo caminho, vai encontrando os solitários resorts e excelente praias onde sufocar o calor sufocante que reina, além de lagartos, macacos e insetos de todo tipo, para isso você está na selva. A duração depende do tempo que possa aproveitar as paradas nas praias, mas tenha em conta que a noite pode cair e tornar muito difícil a caminhada. Uma vez na aldeia, procura algum barqueiro que te leve de volta à sua praia ou, se preferir, você também pode desfazer o caminho andado. 
4. Vida contemplativa: sol e praia 
Muita da gente que vem para estas ilhas prefere investir o seu tempo deitado ao sol e dando banhos em águas mornas e cristalinas águas. De fato passam o dia inteiro deitado tomando sol e entrando na água. Bom, também fazem uma pausa para comer, voltando de novo à sua rede ou toalha para seguir tostándose ao sol. Eu como sou de málaga e o sol o conheço bem, eu não gosto de abusar dele e eu cuido de não quemarme demais. Por certo, há que usar muita proteção solar que o sol aqui aperta o bonito. 
5. Voluntariado na conservação das tartarugas 
A grande parte da população existente de tartaruga-verde faz com que aniden em Beijar, a ilha grande, em certas épocas do ano ( cerca de 300 por ano). Desde o governo malaio estão fazendo esforços em matéria de conservação e é possível aprender um pouco mais sobre a vida e manutenção desta espécie protegida. Ecoteers ou bubbles Dive resort oferecem um programa de voluntatiado para todo aquele que pretende ajudar. 
6. Visita a aldeia local 
O único núcleo com algo de infra-estrutura nas ilhas é fishing village, a aldeia onde vivem a maioria dos locais e onde há um cais, uma comissária de polícia, uma escola, um consultório médico, uma mesquita e alguns restaurantes e pequenos negócios locais. É o único lugar onde você verá edifícios e serve para conhecer um pouco melhor a forma de vida dessas pessoas, que têm no mar sua principal forma de subsistência. Não espere luxo, limpeza ou ordem, mas é a sua realidade e há que respeitá-la. 
7. Caiaque 
Os mesmos negócios que oferecem tours de mergulho e batismo de mergulho oferecem também a possibilidade de alugar caiaques por horas com os que explorar as águas cristalinas das ilhas. É como mover-se em um prato de água de modo tranquilo de suas águas, se estiver na época boa, claro, e além disso, você pode ter acesso a lugares que são impossíveis de aceder a pé. Ideal para ir a pequenas enseadas de difícil acesso. 
8. Festa noturna 
Especialmente se você ficar na ilha pequena, você verá que há muito ambientillo em suas praias principais, em Long beach, coral beach, sobre tudo quando cai a tarde. Os restaurantes e bares começam a colocar mesas com velas na areia, colchonetes e pequenas tochas que iluminam a praia. É a hora de tomar um cocktail, uma cerveja ou um refrigerante em boa companhia. E como aqui há muito mochileiros e jovens com vontade de se divertir, a música a todo volume começa a tomar long beach, os bares montam suas festas uma vez que tenha passado da hora de jantar, e os fogos de artifício e shows com fogo fazem o seu aparecimento. Meninos locais vendem álcool em postos improvisados, relações públicas convidam para tomado enquanto se tentam convencer de que a sua festa é a melhor e até há banda de música ao vivo que fiz parte para cantar "corazón espinado" de Mana ( às vezes, um tira o seu lado artístico). Enfim, não se pode comparar com as festas nas praias tailandesas, mas há um certo ambiente e se você quiser não se cansar. O pior é o abuso de álcool por parte de certos locais e certas atitudes machistas contra as mulheres estrangeiras que não me agradaram em nada. Assim que o cuidado com a marcha noturna, o álcool e a população local, não fazem muito boa mistura. 
9. Desfrute de um inesquecível pôr-do-sol 
Os pores-do-sol às Perhentian são míticos então, se você gosta, não pode perder esses céus de cores alaranjadas que são desenhadas em cada dia nestes céus. A Cada dia, quando se aproxima a hora do anoitecer, muita gente se dirige aos melhores pontos para apreciar este espetáculo que a natureza nos presenteia diariamente. O melhor lugar de kecil, a pequena ilha, é Coral bay, na ilha grande, acho que as praias que dão para o oeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *