Comer em cidade do Panamá: gastronomia e restaurantes

Se algo tem Panamá, além de ser um país autêntico e ter uma natureza espetacular virgem, é a sua rica e variada gastronomia, fruto da influência das diferentes culturas que passaram por este país centro-americano: cozinha espanhola, africana, land, americana e até mesmo do oriente médio dão lugar a uma gastronomia muito grande, com variedade de pratos, onde é impossível ficar entediado. Em nossa rápida passagem pela Cidade de Panamá curti muito esta grande cidade de contrastes e, como não, de sua gastronomia. Eu vos conto em detalhes os restaurantes que visitei em Panama City para o caso de algum dia vós que passais pelo país do canal.
Gastronomia panamenha
A influência histórica do Panamá é o principal motivo de sua gastronomia seja tão variada e rica, não em vão por aqui passaram muitos povos, antes, durante e depois da construção do canal. Assim que tantos anos e tantas pessoas de diferentes culturas trouxeram com elas os seus gostos, que misturados com os locais deram como resultado da gastronomia panamenha atual ( que, claro, continua a evoluir).
Os pratos mais usados são o onipresente arroz acompanhado de diversas carnes e vegetais ou as sopas como o “sancocho”, prato nacional do Panamá à base de carnes, tubérculos, legumes e temperos, a roupa velha ou a carimañola, uma espécie de ração à base de mandioca, carne recheada e ovos. O Gallo pinto, à base de arroz e feijão é compartilhado com vários países vizinhos, como o ceviche, uma das preparações estrela. Acho que ninguém que vá para o Panamá se pode ir sem testá-lo em qualquer de suas variedades ( de camarão, polvo, corvina, lagosta…).
Os ingredientes estrelas além do arroz são o milho, a banana, os tubérculos, como a mandioca ou inhame, carnes, peixes e frutos do mar, não em vão, poucos países se podem gabar de ter uma costa atlântica e pacífica. Os patacones ( pedaços fritos de banana verde) costumam acompanhar todos os pratos, sejam eles de carne ou peixe e as sobremesas também são muito populares, destacando-se os três leites ( bolo com três tipos de leite), a mazamorra ( fécula de milho cozida em água, que se adoça-se com pedaços de frutas e canela) ou os clássicos arroz com leite ou merengues.
Em relação a bebidas, não há que deixar de provar os deliciosos sucos naturais de frutas, café, um dos melhores da área, a popular cerveja ou Rum, sendo o Rum Avô a bebida mais famosa do país.
Comer em Cidade do Panamá
Também não nos deu tempo para conhecer muitos locais, já que com o quão grande é essa cidade se necessários muitos dias ( e dinheiro) para conhecê-los todos. Mas se eu acho que a minha experiência foi variada e adequada para todos os bolsos, além de ser totalmente improvisada, já que não levava nenhuma recomendação culinária. Aí vão:

1. O Mercado do Marisco é um must na capital de Panamá, por vários motivos: pelo baixo preço de seus cheviches, porque se respira um ambiente local e muito autêntico e porque está tudo muito rico, que diantres. Por pouco mais de 2 dólares você pode tentar um ceviche como deus manda, passeares pelo mercado de frutos do mar (financiado em parte pelo governo japonês) e tocar como se vive na rua. A mim me veio a este lugar.

2. O Trapiche. Como nós ficamos no bairro de Caranguejo e via Brasil é uma de suas principais ruas, apenas tivemos que ter um olhar para os aplicativos do celular para ler bons comentários sobre este restaurante de cozinha típica panamenha. Os preços não são baratos, mas a comida é de qualidade. Ceviche misto, roupa velha, arroz com frango e umas boas cervejas Panamá fizeram com que fugirmos mais do que satisfeitos de lá. Preço do jantar para 4 pessoas: us $ 40.
3. Os Cedros. De acaso, deparamo-nos com este restaurante libanês e nos cativou. Sua riquíssima hambúrguer libanesa, seus keftas ou suas ipod libanesas, que fizeram com que repitiéramos várias vezes, apesar de que são um pouco lentos em servir a comida. Por 7-8 dólares comes perfeitamente.

4. Piquenique no Parque Natural Metropolitano. Uma boa opção ( e muito barato) que há para fazer na Cidade do Panamá, é pegar um táxi e que te leva até o Parque Metropolitano para passear por ele e fazer um piquenique na floresta úmida tropical. Quando você chegar aos mirantes localizados a uma altura máxima (suar de bonito é obrigatório), relaxe e aproveite. Um bocata com vista para a cidade grande que você nunca esquecerá e para piorar, por suas trilhas bem sinalizadas você vai ver araras, macacos sagui ou preguiçosos. Algo incrível se tiver em conta os cerca, que é a cidade.
5. Rodelú Pizzaria. À hora de comer, enquanto viajamos, desempenham um papel fundamental a sorte e a nossa intuição, embora as aplicações móveis, como o foursquare, minube ou tripadvisor ajudar cada dia mais. Mas há vezes em que você não pode olhar para o celular e a fome aperta assim que tem que decidir onde encher o estômago. Estando na rua Uruguai, rua típica de funcionamento e ambiente, paramos para comer umas pizzas neste local uruguaio. Os preços são muito bons, as tortas saborosas e as pizzas de meio metro para compartilhar tudo um acerto.
6. Bennigans Grill

Comer em cidade do Panamá: gastronomia e restaurantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *