Como conseguir o visto para viajar para a Rússia

Como ando a preparar a viagem neste verão (viajaremos a Tailândia e Mianmar fazendo escala em Moscovo) e tenho o assunto mais recente, ( e com algum outro dor de cabeça) eu acho que este artigo pode ser útil se você vai viajar para a Rússia ou se o seu voo faz escala em Moscovo por algumas horas. As autoridades russas não colocam fácil o visto russo, essa é a verdade, e a burocracia se faz às vezes de desespero. Mas quem fica em um aeroporto 14 horas à espera que saia a sua próxima conexão enquanto você tem a Praça Vermelha a um passo? Vou contar de forma resumida e em apenas alguns passos, o que você deve fazer para tirar o visto para a Rússia, seja turista ou em trânsito. Primeiro conselho: ter paciência.
Tipos de visto para viajar para a Rússia:
1. Visto de trânsito. Não mais de 72 horas para o país em caso de tráfego aéreo. Se você só faz escala e não sais do aeroporto, não há necessidade de visto.
2. Visto turístico. Para viagens de caráter turístico, de menos de um mês de duração.
3. Visto de negócios e de trabalho. Para estadias de carácter profissional e para trabalhar em solo russo.
4. Visto de estudos.
5. Vistos humanitários. Para estadias de carácter desportivo, intercâmbios culturais, de caráter técnico-científico ou missões humanitárias.
Mas atenção que nem todas as nacionalidades precisam de visto para entrar na Rússia, assim que verifique aqui se você pode economizar tanto dor de cabeça. Os espanhóis sim precisamos de visto para entrar em solo russo.
Quem emitiu os vistos?
Os organismos competentes para a emissão de vistos para Federação da Rússia são a Seção Consular da Embaixada da Federação da Rússia em Portugal (C/ José Costa, 33, 28002 Madrid) e o Consulado Geral da Federação da Rússia em Portugal (Av. Pearson, 34, 08034 Barcelona). Em 2.010 foi autorizado para a gestão e processamento de vistos para Federação da Rússia para a Central de Vistos Russos, que é com quem nós fizemos as diligências.
Os requisitos para o nosso visto de trânsito são os seguintes ( para vistos turísticos anexar além carta de convite de hotel ou agência de viagens russa):
1. Um bilhete que justifique a sua escala na Rússia e o visto para o país de destino, no caso de ser necessário para os espanhóis. “No caso de não precisar de um visto ou ter a possibilidade de obtê-lo no posto habilitado de entrada do país de destino, o interessado deve demonstrar através de um certificado das autoridades consulares do país de destino”. Eu vou Tailândia e como lá não pedem visto para os espanhóis, apenas anexei o meu itinerário de vôo.
2. Passaporte original, com, pelo menos, 2 páginas adjacentes sem selos ou vistos, validade mínima 6 meses, a contar de seu retorno da Rússia. Vê-Se que os selos não podem estar perto dos selos de outros países do mundo…. Além disso, deverá estar em bom estado, nada quebrado, desfiado ou em mau estado porque te puxam para trás.
3. Questionário eletrônico enchimento ( não esquecer de assinar e colar a foto). Aqui, você pode preencher o questionário online.
4. Uma foto tipo passe ( deve ser recente) colado ou grampeado ao questionário.
5. Fotocópia do seguro de assistência em viagem com uma companhia de seguros que colabore com companhias russas de seguro (Aqui está a lista completa). Se sua empresa não está nesta lista, você deve anexar um documento oficial que comprove que podem fornecer os serviços necessários em território russo. Eu vou com Iati Seguros e fizeram-me uma carta especial com validade para o solo russo.
6. Comprovante do pagamento do visto. No caso da Central de Vistos Russos, o custo do visto de trânsito é de 58 euros e será paga em sua conta bancária que aparece em seu site.
Colocar tudo coloca em um envelope grande ( não permitidos animais de luvas plásticas) com o seu nome, endereço e telefone e você tem que entregá-lo no escritório de Vistos Russos de Madrid ou Barcelona ou enviá-lo por correio se você mora em outra cidade ( você pode usar o sistema de mensagens por sua conta, mas o melhor é fazer com que eles usam, Nacex – 34 euros). Mas a moça também porque há que fazer tudo tal e como se indica na sua página ou se entregam toda a documentação: comprovante de pagamento de mensagens ( 34 euros), e-mail para solicitar o dia da recolha de documentação, e-mail as 72 horas seguintes e os 10 dias que tê-lo no seu poder. Enfim, um jargão que quase me faz desesperar e jogar a toalha. Há que se ler muito atentamente todos os passos porque, como se engane volta a começar.

Depois de muitas horas de leitura fóruns, blogs, troca de e-mails, chamadas telefônicas, de preencher papéis e de alguns dias de espera, o serviço de mensagens chega a casa e por fim temos em nosso poder o passaporte com o visto para entrar na Rússia. E ainda por cima, foram errado e eu ter emitido um visto de turista, não de trânsito ( tenho 18 dias para estar em solo russo). Tudo que seja por umas horas e não morrer de desespero no aeroporto de Sheremetyevo. A cerveja na Praça Vermelha, não me vai sair barato precisamente…..
Mais informações

Como ando a preparar a viagem neste verão (viajaremos a Tailândia e Mianmar fazendo escala em Moscovo) e tenho o assunto mais recente, ( e com algum outro dor de cabeça) eu acho que este artigo pode ser útil se você vai viajar para a Rússia ou se o seu voo faz escala em Moscovo por algumas horas. As autoridades russas não colocam fácil o visto russo, essa é a verdade, e a burocracia se faz às vezes de desespero. Mas quem fica em um aeroporto 14 horas à espera que saia a sua próxima conexão enquanto você tem a Praça Vermelha a um passo? Vou contar de forma resumida e em apenas alguns passos, o que você deve fazer para tirar o visto para a Rússia, seja turista ou em trânsito. Primeiro conselho: ter paciência. 
Tipos de visto para viajar para a Rússia: 
1. Visto de trânsito. Não mais de 72 horas para o país em caso de tráfego aéreo. Se você só faz escala e não sais do aeroporto, não há necessidade de visto. 
2. Visto turístico. Para viagens de caráter turístico, de menos de um mês de duração. 
3. Visto de negócios e de trabalho. Para estadias de carácter profissional e para trabalhar em solo russo. 
4. Visto de estudos. 
5. Vistos humanitários. Para estadias de carácter desportivo, intercâmbios culturais, de caráter técnico-científico ou missões humanitárias. 
Mas atenção que nem todas as nacionalidades precisam de visto para entrar na Rússia, assim que verifique aqui se você pode economizar tanto dor de cabeça. Os espanhóis sim precisamos de visto para entrar em solo russo. 
Quem emitiu os vistos? 
Os organismos competentes para a emissão de vistos para Federação da Rússia são a Seção Consular da Embaixada da Federação da Rússia em Portugal (C/ José Costa, 33, 28002 Madrid) e o Consulado Geral da Federação da Rússia em Portugal (Av. Pearson, 34, 08034 Barcelona). Em 2.010 foi autorizado para a gestão e processamento de vistos para Federação da Rússia para a Central de Vistos Russos, que é com quem nós fizemos as diligências. 
Os requisitos para o nosso visto de trânsito são os seguintes ( para vistos turísticos anexar além carta de convite de hotel ou agência de viagens russa): 
1. Um bilhete que justifique a sua escala na Rússia e o visto para o país de destino, no caso de ser necessário para os espanhóis. "No caso de não precisar de um visto ou ter a possibilidade de obtê-lo no posto habilitado de entrada do país de destino, o interessado deve demonstrar através de um certificado das autoridades consulares do país de destino". Eu vou Tailândia e como lá não pedem visto para os espanhóis, apenas anexei o meu itinerário de vôo. 
2. Passaporte original, com, pelo menos, 2 páginas adjacentes sem selos ou vistos, validade mínima 6 meses, a contar de seu retorno da Rússia. Vê-Se que os selos não podem estar perto dos selos de outros países do mundo.... Além disso, deverá estar em bom estado, nada quebrado, desfiado ou em mau estado porque te puxam para trás. 
3. Questionário eletrônico enchimento ( não esquecer de assinar e colar a foto). Aqui, você pode preencher o questionário online. 
4. Uma foto tipo passe ( deve ser recente) colado ou grampeado ao questionário. 
5. Fotocópia do seguro de assistência em viagem com uma companhia de seguros que colabore com companhias russas de seguro (Aqui está a lista completa). Se sua empresa não está nesta lista, você deve anexar um documento oficial que comprove que podem fornecer os serviços necessários em território russo. Eu vou com Iati Seguros e fizeram-me uma carta especial com validade para o solo russo. 
6. Comprovante do pagamento do visto. No caso da Central de Vistos Russos, o custo do visto de trânsito é de 58 euros e será paga em sua conta bancária que aparece em seu site. 
Colocar tudo coloca em um envelope grande ( não permitidos animais de luvas plásticas) com o seu nome, endereço e telefone e você tem que entregá-lo no escritório de Vistos Russos de Madrid ou Barcelona ou enviá-lo por correio se você mora em outra cidade ( você pode usar o sistema de mensagens por sua conta, mas o melhor é fazer com que eles usam, Nacex - 34 euros). Mas a moça também porque há que fazer tudo tal e como se indica na sua página ou se entregam toda a documentação: comprovante de pagamento de mensagens ( 34 euros), e-mail para solicitar o dia da recolha de documentação, e-mail as 72 horas seguintes e os 10 dias que tê-lo no seu poder. Enfim, um jargão que quase me faz desesperar e jogar a toalha. Há que se ler muito atentamente todos os passos porque, como se engane volta a começar. 


Depois de muitas horas de leitura fóruns, blogs, troca de e-mails, chamadas telefônicas, de preencher papéis e de alguns dias de espera, o serviço de mensagens chega a casa e por fim temos em nosso poder o passaporte com o visto para entrar na Rússia. E ainda por cima, foram errado e eu ter emitido um visto de turista, não de trânsito ( tenho 18 dias para estar em solo russo). Tudo que seja por umas horas e não morrer de desespero no aeroporto de Sheremetyevo. A cerveja na Praça Vermelha, não me vai sair barato precisamente..... 
Mais informações

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *